domingo, 21 de julho de 2013

Mazzaropi pode voltar ao festival em documentário sobre sua vida e obra

Considerado um dos grandes comediantes do cinema brasileiro e responsável por lotar salas de exibição, transformando em realidade o sonho de criar uma indústria cinematográfica nacional, Amácio Mazzaropi foi tema do último Festival de Maringá em comemoração ao seu centenário e sua farta contribuição ao cinema. Entretanto, o mito pode voltar para esta edição com o documentário batizado com seu nome: “Mazzaropi”.

A proposta do filme é registrar a trajetória do comediante como artista, empresário e também como pessoa. Primeiro projeto dirigido pelo crítico de cinema Celso Sabadin, “Mazzaropi” reúne depoimentos de fãs, pessoas que conviveram de perto com o artista e celebridades que foram influenciadas pelo seu trabalho, como Hebe Camargo, Ewerton de Castro, Carlos Massa (Ratinho) e Agnaldo Rayol.

O documentário é co-produzido pelo cineasta Edu Felistoque, que defende outra produção inscrita para o festival: o longa "Inversão", o qual é diretor e traz no elenco as atrizes Gisele Itiê e Marisol Ribeiro.

Abaixo, confira uma entrevista recente com o biógrafo e produtor de "Mazzaropi", Paulo Duarte, exibida no programa Metrópolis, da TV Cultura:


“Mazzaropi” é um longa-metragem com 110 minutos de duração e atualmente passa pelo crivo da comissão de avaliação, formada por jornalistas locais e profissionais ligados à cultura. A seleção oficial da mostra competitiva do Festival de Cinema de Maringá, bem como os homenageados desta edição, serão anunciados nas próximas semanas. Fiquem ligados!

Nenhum comentário: